Os Gansos

Certamente que toda a gente já viu gansos a voar. Mas porque será que quando eles voam formam aquele “V” perfeito no céu? Eu explico-vos a razão:

  1. Sempre que um ganso bate as asas, cria um vácuo que permite que os restantes tenham um desempenho superior a 71%;
  2. Cada vez que um ganso sai da formação, percebe de imediato que não consegue fazê-lo sozinho devido à resistência do ar e com isso regressa rapidamente aos seus companheiros;
  3. Quando um ganso que lidera fica cansado, rapidamente vai para a parte de trás da formação e é substituído por outro;
  4. O líder motiva os restantes através do seu grasnido;
  5. Se um ganso ficar doente, dois saem da formação e acompanham o colega até ele voltar a ficar bem ou acabar por morrer;
  6. Os gansos defendem-se uns aos outros.

Ao refletir sobre os gansos a lição que retiro é esta:

  1. As pessoas que partilham os mesmos objectivos podem facilmente chegar mais longe juntas, alcançando assim o que pretendem. Por isso, devemos seguir aqueles que têm interesses comuns, percorrendo o mesmo caminho e contribuindo e recebendo a ajuda mútua;
  2. É necessário que todos ajudem na liderança. A liderança não pertence apenas ao líder, porque numa equipa todos dependem uns dos outros;
  3. O nosso grasnido deve ser forte e potente, encorajador e motivador para que a equipa se sinta motivada a seguir-nos;
  4. Devemos ser conscientes que nem tudo são glórias e alegrias. É preciso ajudar e estar ao lado dos colegas, no momento em que estão a começar, e também nos momentos mais difíceis.

Posto isto concluo que a natureza é de facto muito sábia. Às vezes só precisamos de retirar uns breves instantes para a observar com atenção e aprender com ela.